Gabriela Vieira:

Natural do Rio de Janeiro, mais precisamente Araras, um vale na serra de Petrópolis. Geminiana. Botafoguense com muito orgulho, lançada no mundo com 17 anos, quando comecei minha carreira como modelo. Desde então cigana, curiosa por natureza, apaixonada por viagens, culturas diversas, línguas, culinária e até um pouco de moda... Atualmente vivendo em Nova York, mas sabe se lá até quando... 

  • Gabriela Vieira

Japão (1) Tokyo em 4 dias. ( + Kamakura e Nikko)

Updated: Jun 17, 2019



Depois daquelas 12 horas de ansiedade, digo, de voô e três horas tentando se entender com o sistema de trens no aeroporto de Narita...

(Dica: Pegue o ônibus que sai do aeroporto para Shiodome!)

... CHEGAMOS EM TOKYO!!!

Já vou logo avisando: grande parte da beleza do Japão está em comer! Aliás, este é um pais onde também se come com os olhos!


Ja era tarde da noite quando chegamos então começamos com um Ramen, mas não um simples Ramen! Um dos melhores da cidade, que custa "somente" uns 12 dólares, fica no subsolo de um prédio comercial e pasmem, onde não existe menu e escolhemos o bowl numa maquininha self-service:


# Ichiran - Japão, 〒105-0004 Tokyo, Minato City, Shinbashi, 2 Chome−8−8 からす亭ビルB1F (existem várias filiais pela cidade)


Depois que se escolhe e paga na maquininha, cada um senta na sua cabine no balcão, é aberta uma cortininha por onde entregam seu Ramen e pronto! Sem aquela vergonha de se babar inteiro com a sopa, com gente olhando! Genial, não?!


1º Dia:

No dia seguinte, fizemos um tour de Tokyo, começando pelo:

# Edo Castle/Palácio Imperial - 1-1 Chiyoda, Chiyoda City, Tokyo 100-8111, Japão

Esta ainda é a residência oficial da familia imperial japonesa, portanto, as visitas são permitidas somente aos jardins do castelo. Que por si só não deixam nada a desejar!










De lá visitamos o Nezu Shinto Shrine , um dos mais importantes de Tokyo, caracterizado pelos seus belos portões Torii.

# 1-chōme-28-9 Nezu, Bunkyo City, Tōkyō-to 113-0031, Japão

d



Templos e Shrines (santuários) são lugares sagrados no Japão e embora parecidos, são diferentes. Shrines servem a religião Shinto e os Templos são budistas.

No Japão há um grande sincretismo religioso e é comum as pessoas praticarem aspectos das duas.

Somente os shrines tem os portões Torii na entrada e uma fonte de purificação para que cada um limpe suas mãos e bocas antes de entrar no local. Na maior parte das vezes, os Shrines são dedicados a um Deus em especial e servem para guardar objetos sagrados.

Abaixo, como deve ser feita a limpeza das mãos e boca antes de entrar no Shrine


Para o almoço nosso guia nos levou para comer um dos melhores Soba da cidade.

# Kizuryu Soba - 3-chōme-3 Kagurazaka, Shinjuku City, Tōkyō-to 162-0825, Japão



Reparem no wasabi-real-natural aqui em cima. Nós mesmos ralamos a raiz ali na hora!

O macarrão grosso, que é feito de trigo sarraceno (por isso mais escuro) é feito ali mesmo pra todo mundo ver:


Alguém falou sobremesa? Tem também!

# Yokohama Kurikoan - 1-chōme-15-1 Sotokanda, Chiyoda City, Tōkyō-to 101-0021, Japão

Esse waffle em forma de peixe, chamado Tayaki é tradicionalmente recheado com pasta de feijão doce ou creme inglês amarelo, mas já é comum encontrar de Matcha (aleluia!) e chocolate!

Com o entardecer, fomos visitar o bairro de Shinjuku, aquilo que vocês mais esperavam de Tokyo até agora! Uma explosão de gente e luzes, muitas luzes! E muita gente!


Fato curioso do Japão: como não existe mais como crescer pros lados, as cidades crescem pra cima, e muitos dos restaurantes e negócios, ficam em diversos andares dentro de prédios. Então as vezes você até chega no endereço que quer ir (Deus abençoe o google maps), mas as vezes os letreiros estão em Japonês, então é preciso se virar pra descobrir qual deles é, e em qual andar fica!





Shinjuku é um grande centro comercial e de entretenimento, aqui estão dois dos locais mais populares de happy hour/vida noturna de Tokyo:



Golden Gai: É um aglomerado de 4 ruelas pedonais estreitas onde estão localizados vários barzinhos. INHOs mesmo! A maiorias dos locais têm somente de 3 a 4 metros de comprimento, normalmente dois andares, onde bartenders e clientes de espremem. Bastante frequentado por turistas, mas também por japoneses que trabalham na área.

O legal aqui é fazer Bar Hopping = ir tomando uma birita em cada.



Piss Alley: Outro reduto de happy hour, mas nesse caso mais conhecido pela presença de varias restaurantes servindo yakitori (churrasquinho de todos os tipos), barraquinhas baratas de comida, além de pequenos bares.

Essa beco é frequentado desde o pós-guerra, único modo em que locais, vivendo numa economia falida, tinham acesso a álcool (ilegalmente) e carnes (com preço acessível).






Oedo Yakitori é um restaurante imperdível. Excelentes espetinhos grelhados ali na nossa frente, decoração, apresentação das entradas, além de ótimo (e divertido) atendimento!

# 1-chōme-18-9 Kabukichō, Shinjuku City, Tōkyō-to 160-0021 Japão



2º Dia:

Com uma ajudinha básica do Jetlag, as 7 da manhã chegamos mercado de peixe Tsujiki. Aqui era onde acontecia o famoso leilão de Atum para restaurantes, porém, essa parte do mercado se mudou para um lugar mais espaçoso e moderno. Com ele, outros tantos restaurantes do mercado se mudaram também, mas o Outer Market, as barracas da parte de fora, ainda estão la, com souvenirs e muitos quitutes a oferecer!

# 5 Chome-2-1 Tsukiji, Chuo City, Tokyo 104-0045, Japão


Teve peixe cru as 8hrs da manhã? Teve sim senhô!!!

# Sushitomi - 6 Chome-24-8 Tsukiji, Chuo City, Tokyo 104-0045, Japão

KAMAKURA:

Há uma hora de carro, ao sul de Tokyo, fica a pequena cidade de Kamakura, uma das mais populares day trips saindo da capital. Essa cidadezinha é famosa pelos seus templos, montanhas, mar, e shopping.

Kench-Ji Temple:

# 8 Yamanouchi, Kamakura, Kanagawa 247-8525, Japão



Engakuji Temple:

# 409 Yamanouchi, Kamakura, Kanagawa 247-0062, Japão


Meigetsuin Temple:

# 〒247-0062 神奈川県鎌倉市山ノ内189

Ps: fofura de templo que tem uma mini-floresta de bambu pra vc chamar de sua!



Great Budha of Kamakura:

# 4 Chome-2-28 Hase, Kamakura, Kanagawa 248-0016, Japão




Em Kamakura, não pode faltar uma visita a Komachi Street, famosa pelas muitas lojas de artigos de presente, quitutes e etc..


De volta a Tokyo, jantamos Shabu Shabu, uma refeição bem social, onde finíssimas fatias de carne são grelhadas ou cozidas com outros vegetais por nós mesmos, numa panelona de cobre colocada no centro da mesa (como um Fondue).





# Shabuzen - Japão, 〒106-0032 Tokyo, Minato City, Roppongi, 3 Chome−16−33 青葉六本木ビルB1











Ainda andamos pela área de Roppongi, visitamos a 21-21 gallery e vimos o show de luzes do Midtown Garden Tokyo (vale a pena checar a programacão, que muda de acordo com as estações).


3º Dia:

Começamos com o Team Planets Tokyo, um museu virtual e sensorial, de experiências muito legais, bem dificieis de explicar! (Você vai molhar os pés e andar descalço então tente vestir uma calça que dê pra subir até o joelho nesse dia e compre o ticket com antecedência).

# 6 Chome-1-16 Toyosu, Koto City, Tokyo 135-0061, Japão - existe também o Team Lab Borderless, maior, mais famoso e mais dificil de conseguir tickets!

Olhem essa sala de espelho, "recheada" com milhares de fios feitos de LED:

De lá, chegamos as 11hrs pra almoçar no então recém-inaugurado Toyoso Fish Market. As filas já eram imensas em cada restaurante, mas uma hora depois conseguimos sentar no balcão de um deles. Chegue antes das 11!!!

# Japão, 〒135-0061 Tokyo, Koto City, Toyosu, 6 Chome−3−1 市場 5街区青果棟




Depois perambulamos pelos bairros de Ebisu e Sarugakushu, admirando a arquietura e lojinhas interessantes, como a gigantesca livraria Tsutaya no complexo Daikanyama.

# Japão, 〒150-0033 Tōkyō-to, Shibuya City, Sarugakuchō, 17−5 1号館、3号館、2号館1階 DAIKANYAMA T-SITE蔦屋書店


Continuando, chegamos a Shibuya, um dos distritos mais populares (e populosos) de Tokyo e um dos pincipais centros comerciais e financeiros. É aqui inclusive que fica Shibuya Crossing, um dos cruzamentos mais ativos e famosos do mundo! (Tanto, que turistas se aglomeram nas janelas dos prédios ao redor, esperando o sinal fechar durante a hora do rush! ) Aqui na saida dessa estação também está a famosa estátua do cão Hachiko.

Para jantar fomos a casa de um casal de velhinhos, isso mesmo, que fazem teppanyaki praticamente na cozinha de casa:

# Hakushu Teppanyaki - 17-17−10 Sakuragaokacho, Shibuya City, Tokyo 150-0031, Japão




13 views

© 2023 by NOMAD ON THE ROAD. Proudly created with Wix.com

  • b-facebook
  • Twitter Round
  • Instagram Black Round