Gabriela Vieira:

Natural do Rio de Janeiro, mais precisamente Araras, um vale na serra de Petrópolis. Geminiana. Botafoguense com muito orgulho, lançada no mundo com 17 anos, quando comecei minha carreira como modelo. Desde então cigana, curiosa por natureza, apaixonada por viagens, culturas diversas, línguas, culinária e até um pouco de moda...

Morei 5 anos em Milão, 2 em Paris e nos ultimos quase 6 anos, em Nova York. Atualmente de volta a minha origem e cidade do coração, Rio de Janeiro (mas sabe se lá até quando...)

 

  • Gabriela Vieira

Japão (2) Dois dias em Hakone - (Monte Fuji)

Hakone é um destino bastante procurado no Japão, nao só por turistas internacionais mas por japoneses também, que são atraídos pelas belas vistas do Monte Fuji, hotéis aconchegantes na montanha e os famosos Onsens, os banhos de água termal.


Como Chegar:

Em Tóquio, embarcamos logo cedo no trem da Odakyu Line (Romancecar) para Odawara, que não é o Shinkansen (o mais rapido trem bala), mas que ja "casa" com o outro trecho da  Hakone Tozan Railway, que sai da mesma plataforma, de Odawara com direção a Gora (ultima e principal estacão de Hakone). Além disso, os dois trechos estão incluídos no Hakone Pass, que é uma opção bem mais econômica e "sem stress" para explorar esse destino.  (Se está planejando sua viagem ao Japão, já deve ter lido sobre os passes).















Onde Ficar:

Gora é o principal vilarejo de Hakone, bem servida pelos transportes, é onde ficam a maioria dos hotéis.

Após os dias intensos de Tóquio, pretendíamos dar uma relaxada e nos presenteamos nos hospedando em um Ryokan de luxo, que são hotéis no estilo oriental/japonês, com camas tatames no chão, serviço impecável e refeições kaiseki incríveis, perfeitamente elaboradas. Alguns ainda contam com seus próprios Onsen. Não é uma acomodação barata, mas é uma experiência imperdível, especialmente em um lugar desses. Altamente recomendado, que seja por uma única vez!


Itinerário:

1º Dia:






Hakone tem uma boa malha de transporte que liga todas as atrações principais de forma circular e que está incluído no Hakone Pass - cuidado para não perdê-lo!



Deixamos as malas no hotel e pegamos o ônibus com destino a parada Moto-Hakone.










Aqui, a beira do lado Ashi e embaixo de enormes cedros, encontra-se uma das figuras mais fotografadas do Japão: o portão Torii Jinja – Shinto Shrine.





De fato, sua localização é um tanto especial e não obstante, a fila pra tirar uma foto embaixo dele era enorme! 

De lá, embarcamos no Hakone Sightseeing Cruise, um barco que percorre o lago em direção a estação Togendai-Ko, de onde sai o teleférico que leva a Owakudani.


Com sorte e tempo limpo, é possível ver o Monte Fuji do lago. (Não foi nosso caso!)


Owakudani, é a estação que fica no topo de uma montanha com atividades vulcânicas, além de uma vista panorâmica do vale e do Monte Fuji (se as nuvens colaborarem) e um quitute curioso, o Kuro Tamago: ovos pretos, que são ovos de galinha cozidos com o calor liberado pelo vulcão. Supostamente, esse iguaria aumenta a longevidade, mas, já vou adiantando, o cheiro é de enxofre e o gosto é de ovo cozido, como qualquer outro!


Continuando o "loop", embarcamos de novo no teleférico até Souzan, onde trocamos para o funicular em direção a Gora, onde estávamos hospedados. Esse é o sentido ideal do círculo, já que o barco pára de funcionar mais cedo do que o funicular.


A descida entre as árvores coloridas de outono é de deixar qualquer um boquiaberto!

As mesmas atividade vulcânicas responsáveis por cozinhar o ovo preto, possibilitam várias fontes de águas termais na cidade, algumas públicas e outras privadas (dentro dos hotéis).


As Onsen, casas de banho com fonte de água termal, existem em todo Japão e podem ser compartilhadas (entre pessoas do mesmo sexo), ou privadas, para membros da mesma família. Normalmente, fica em locais a céu aberto e acredita-se nas propriedades nutrientes dessas águas.


Imagem da Onsen compartilhada, retirada do site do Gora Kadan

É importante ressaltar que a pratica de banhar-se em um Onsen é muito tradicional e respeitada no Japão, sendo assim, existem várias regras as quais é imprescindível aderir:


- O banho é feito nu, uma toalha só deve ser usada para se secar ao sair da água. Aliás, o fato de uma toalha tocar a água é extremamente ofensivo.


- TODOS os pertences e roupas devem ser deixados em um armário no vestuário e, claro, não é permitido levar seu telefone, (então só tenho fotos da Onsen privada que frequentamos em casal). 


- A higiene é importantíssima. Antes de entrar na "piscina" todos devem lavar seu corpo todo, cuidadosamente, sentados em banquinhos como esse da foto, usando o baldinho pra se molhar, tomando cuidado para não molhar as pessoas ao redor e usando sabonete ou, de preferência, esfoliante.


Além destas, existe outra norma mais do que apreciada no Japão: o silêncio!

2º Dia:

Café da manhã japonês x continental




Depois de um café da manhã digno da realeza, passeamos pelo vilarejo de Gora e visitamos o Hakone Open Air Musem.









Eu fiquei simplesmente encantada com as obras desse museu, além do jardim muito bem cuidado.

E tudo fica ainda mais lindo nas cores de outono! Me perdoem pela overdose de fotos!


Além de serem incríveis, algumas dessas obras são também brinquedos infantis:

Há também uma área destinada a Picasso, uma torre de vitrais e...arvores de caqui!!! Os caquis no outono no Japão são uma iguaria muito especial!! Não é a toa que nos foi servido delicadamente no jantar kaiseki, como sobremesa, numa louça toda trabalhada.

Antes de nos despedirmos de Hakone, resolvemos tentar pela ultima vez ver o Monte Fuji, um dos motivos de nossa vinda para cá. E, pasmem, descobri que um dos bons lugares para visualizá-lo é simplesmente de um ponto da linha de ônibus na estrada, chamado Otome-Toge.

E bingo! Lá estava ele, majestoso e imponente:

Atravessando do local do ponto de ônibus, tem uma trilhazinha pra cima, de onde é possível ter a mesma visão entre as arvores.

E assim, nos despedimos de Hakone rumo a Kyoto.



  • Instagram
  • YouTube

© 2023 by NOMAD ON THE ROAD. Proudly created with Wix.com

  • b-facebook
  • Twitter Round
  • Instagram Black Round